#Construir o Futuro

 

ENTIDADE PROMOTORA

ENFORCE – Engenharia da Energia S.A.

 

DESCRIÇÃO DO PROJETO

Dentro do Pacto de Inovação NGS – New Generation Storage que engloba toda a cadeia de valor desde a refinação à reciclagem de baterias, a Enforce visa desenvolver uma solução tecnologicamente econômica para armazenamento de energia adequada a grandes Centrais solares fotovoltaicas, através da análise dos comportamentos e desempenhos individuais e combinados das baterias de Lítio e Redução de Fluxo de Vanádio.

Pretende também desenvolver estratégias eficazes para gerenciamento de energia, em pequenas instalações de produção, considerando diversos tipos de consumo, aumentando a capacidade e disponibilidade de fornecimento de energia ao sistema reduzindo a dependência da rede no pilar da integração.

 

OBJETIVOS

Criar produtos inovadores e um ecossistema especializado e competitivo na área das baterias.

 

INVESTIMENTO

Total da Agenda NGS : 194 801 930,98 €

Investimento do Beneficiário : 2 855 159,32 €

BP10 : 2 561 325,16 €

BP11 : 293 834,15 €

 

 

www.recuperarportugal.gov.pt

 

Agenda | NGS – New Generation Storage

Líder do Consórcio | DST SOLAR, S.A

Descrição da Agenda | O Pacto de Inovação New Generation Storage (NGS) encontra-se completamente alinhado com a estratégia de transição energética da União Europeia até 2040, e o repto para a eletrificação completa da mobilidade até 2035. Tendo por base um modelo estruturado em 8 Work Packages que abarcam a totalidade da cadeia de valor de produção de componentes, packs e reciclagem de baterias, propõe-se a agregação de valor a cada etapa do processo, culminando num objetivo comum: a criação de um novo ecossistema tecnológico na área das baterias que se irá destacar a indústria nacional no mercado global. Através da cooperação de 47 entidades pretende-se transformar estruturalmente o tecido produtivo nacional, criando as condições necessárias – ao nível tecnológico e recursos humanos – para um ecossistema industrial capacitado para a produção em massa de tecnologias inovadoras, e uma cadeia-de-valor completa que permita a gestão de fim-de-vida de referência a nível mundial.

Data de Início | 01-01-2022

Data de Conclusão | 31-12-2025

Investimento | 194 801 930,98 €

Objetivos, Atividades e Resultados Esperados

NGS é composto por Work Packages (WP) tecnológicos complementares, com capacidade para gerar autonomamente Produtos, Processos ou Serviços (PPS) para o mercado internacional, incorporando tecnologias inovadoras que podem aumentar o valor ao longo do tempo do projeto. Individualmente, cada WP pode operar independentemente em uma área específica da cadeia de valor. No entanto, juntos, interconectam-se e constroem uma cadeia circular significativa.

O WP1 “Refinação e Valorização Avançada” visa a instalação de uma grande refinaria e ações relacionadas a processos sustentáveis de refinação e valorização, visando implementar uma linha industrial inovadora e aprimorada para o processamento de lítio, através da tecnologia sustentável baseada em eletrólise de membrana.

O WP 2 “Células, Módulos e Componentes” visa a instalação e operação de linhas de fabricação de células/módulos e o desenvolvimento de elétrodos, ligantes, eletrólitos e separadores novos e mais seguros e sustentáveis, em estreita relação com o WP1 e WP5.

O WP3 “Montagem de Baterias” prevê a instalação de três linhas de montagem produtivas para módulos de baterias estacionárias para a indústria automotiva; prevê ainda a integração de cabeamento, conectores e invólucros, bem como sistemas de gerenciamento de energia e eletrônicos de controle, modelagem e desenvolvimento do produto proposto.

O WP4 “Integração e Aplicação”, pilar de negócio onde se encontra a ENFORCE – Engenharia da Energia S.A., inclui cinco linhas piloto relacionadas com: a conexão de baterias à rede para gestão da rede elétrica; o uso de baterias para diferentes finalidades – residencial, comercial e industrial; a integração de bateria em estações de carregamento rápido; a integração de bateria em veículos. Essas linhas piloto permitirão a definição de tecnologia e conhecimento que será aplicado ao uso de baterias numa ampla gama de situações.

O WP5 “Reciclagem e Segunda Vida” inclui linhas de ação relacionadas à reciclagem de materiais e componentes de baterias, desmontagem de baterias e baterias de segunda vida. Além disso, a reciclagem dos elementos da bateria permitirá a alimentação do WP1, criando um projeto circular totalmente fechado.

O WP6 “Formação e Cursos Avançados” é transversal a todo o Pacto de Inovação NGS e tem o objetivo de capacitar recursos humanos nas empresas envolvidas no NGS, bem como fornecer formação altamente especializada para futuros estudantes de mestrado e doutorado, promovendo qualificações técnicas e universitárias nas empresas.

O WP7 “Plataforma Tecnológica e Empreendedorismo” é também transversal a todo o Pacto de Inovação e inclui linhas de ação com o objetivo de desenvolver e implementar uma Plataforma Tecnológica, que irá apoiar a indústria nacional a posicionar-se como um importante ator internacional no setor de baterias. O principal objetivo desta Plataforma é apoiar a inovação de mercado (do laboratório à fábrica) para o pleno desenvolvimento e adoção no mercado de soluções tecnológicas, apoiando-as em todas as etapas necessárias de desenvolvimento ao longo da cadeia de valor.

O WP8 “Disseminação e Gestão” é estrutural para todo o projeto e tem como objetivo comunicar e divulgar os objetivos globais e resultados do NGS, pretendendo promover amplamente este Pacto entre os intervenientes do setor (comunidade científica e mercado). Inclui também a gestão técnica do Pacto NGS.

Assim, o pacto NGS entregará 18 PPS, nomeadamente:

  • PPS1 – Tecnologia sustentável para a refinação de lítio
  • PPS2 – Plataforma preditiva baseada em Machine Learning
  • PPS3 – Novo processo de reconversão para a valorização de sub-produtos de HCI com vista à produção de LiCI
  • PPS4 – Novos processos para a produção-piloto de baterias inovadores, recorrendo a diferentes tecnologias, tais como: baterias flexíveis, baterias em estado-sólido em filme fino e baterias estruturais
  • PPS5 – Novo serviço para a testagem e validação laboratorial das novas soluções catódicas desenvolvidas
  • PPS6 – Novos invólucros disruptivos para células prismáticas e cilíndricas
  • PPS7 – Novos processos para a testagem e certificação de baterias
  • PPS8 – Nova tecnologia para o carregamento rápido de packs de baterias
  • PPS9 – Sistema modular de gestão de energia
  • PPS10 – Novos processos sustentáveis para a reciclagem de baterias de ião de lítio
  • PPS11 – Novos processos industriais e serviços para aplicações de 2ª vida de baterias
  • PPS12 – Novos módulos de formação e capacitação no setor das baterias
  • PPS13 – Plataforma e Rede colaborativa NGS
  • PPS14 – Sistemas digitais para a gestão de energia

 

Entidades beneficiárias | Investimento Elegível (Beneficiário)

DST SOLAR, S.A.  4 423 163,44 €
ADDVOLT, S.A.  2 344 395,58 €
BONDALTI CHEMICALS, S.A.  82 812 467,50 €
UNIVERSIDADE DO MINHO  2 983 139,24 €
ATEC – ASSOCIAÇÃO DE FORMAÇÃO PARA A INDÚSTRIA  509 350,00 €
BETA-I COLLABORATIVE INNOVATION, LDA  542 750,00 €
CENTITVC – CENTRO DE NANOTECNOLOGIA E MATERIAIS TÉCNICOS, FUNCIONAIS E INTELIGENTES  8 736 235,41 €
COOPERATIVA ELÉCTRICA DO VALE D’ ESTE, C.R.L.  413 811,00 €
CLEANWATTS DIGITAL, S.A.  4 118 166,84 €
DOMINGOS DA SILVA TEIXEIRA S.A.  757 063,66 €
ASSOCIAÇÃO LABORATÓRIO COLABORATIVO EM TRANSFORMAÇÃO DIGITAL – DTX  2 227 750,00 €
EDMTECH, LDA  8 291 740,00 €
ENFORCE – ENGENHARIA DA ENERGIA S.A.  2 855 159,33 €
UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA  3 369 293,23 €
UNIVERSIDADE DO PORTO  2 143 826,34 €
GLNPLAST, S.A.  1 209 941,12 €
INNOVATION POINT – INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO S.A.  1 467 570,40 €
INSTITUTO ELECTROTÉCNICO PORTUGUÊS  5 965 031,27 €
INEGI – INSTITUTO DE CIÊNCIA E INOVAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA E ENGENHARIA INDUSTRIAL  3 131 500,00 €
INESC MICROSISTEMAS E NANOTECNOLOGIAS – INSTITUTO DE ENGENHARIA DE SISTEMAS E COMPUTADORES PARA OS MICROSISTEMAS E AS NANOTECNOLOGIAS  831 250,00 €
INESC TEC – INSTITUTO DE ENGENHARIA DE SISTEMAS E COMPUTADORES, TECNOLOGIA E CIÊNCIA  1 509 325,05 €
LABORATÓRIO IBÉRICO INTERNACIONAL DE NANOTECNOLOGIA (LIN)  14 508 043,62 €
INOVA+ – INNOVATION SERVICES, S.A.  668 000,00 €
INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO  3 086 841,59 €
IST-ID, ASSOCIAÇÃO DO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO PARA A INVESTIGAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO  1 324 925,00 €
ITECONS – INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO PARA A CONSTRUÇÃO, ENERGIA, AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE  525 043,75 €
ENERGYKEME, LDA  2 445 297,50 €
LNEG – LABORATÓRIO NACIONAL DE ENERGIA E GEOLOGIA I.P.  928 282,04 €
Lux Optimeyse Energy, Lda.  8 161 491,74 €
MANUEL DA CONCEIÇÃO GRAÇA, LIMITADA  308 907,50 €
PACT – PARQUE DO ALENTEJO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, S.A.  2 768 647,50 €
PALMIRESÍDUOS – COMBUSTÍVEIS E RESÍDUOS LDA  3 539 046,19 €
PIEP ASSOCIAÇÃO – PÓLO DE INOVAÇÃO EM ENGENHARIA DE POLIMEROS  683 216,80 €
APA – ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE AVEIRO, S.A.  111 621,80 €
PRIO ENERGY, S.A.  192 279,62 €
CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM ENERGIA REN – STATE GRID, S.A.  562 476,89 €
UNIVERSIDADE DE AVEIRO  2 154 082,84 €
UNIVERSIDADE DE ÉVORA  395 682,20 €
VALORCAR – SOCIEDADE DE GESTÃO DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA, LDA  4 696,92 €
VASCO DA GAMA COLAB – ENERGY STORAGE – ASSOCIAÇÃO  1 415 287,45 €
VISTA ALEGRE ATLANTIS, S.A.  396 250,00 €
VOLTALIA PORTUGAL, S.A.  2 591 631,25 €
WATT-IS, S.A.  494 703,75 €
BATPOWER – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA O CLUSTER DAS BATERIAS  547 500,00 €
CENTRO TECNOLOGICO DA CERAMICA E DO VIDRO(CTCV)  219 187,50 €
B| AGAIN, S.A.  4 783 608,16 €
ISQ&CTAG AUTOMOTIVE TECHNOLOGIES, S.A.  1 342 250,00 €

A ENFORCE está empenhada em estabelecer novas parcerias de colaboração em futuros projetos de desenvolvimento com instituições do meio científico e tecnológico na área do ensino superior para impulsionar a inovação. Nesse âmbito, assinou no passado dia 09 de novembro um MoU, “Memurandum of Understanding” com o Instituto Politécnico de Castelo Branco, de forma a promover a integração na indústria de ideias vindas do mundo académico e a fixação de jovens talentos na nossa região que, de outra forma, poderiam ir à procura do seu caminho profissional noutras paragens.

O acordo prevê uma parceria estratégica para o desenvolvimento de uma bolsa de ideias onde tanto alunos como docentes do IPCB possam apresentar ideias que venham a originar a criação de novos produtos ou serviços, ou melhorar o desempenho de um processo já existente, disponibilizando a ENFORCE os meios e condições possíveis para apoiar a sua concretização e integração no mercado.

É um acordo abrangente que contempla diversas áreas de ensino como a Sustentabilidade Energética, Automação, Mecânica Computacional, Gestão e Economia, Inteligência Artificial, Aplicações na Geração de H2, Informática e Programação, abrindo a possibilidade do estudante ou docente obter estágios curriculares ou profissionais ou desenvolver teses de mestrado ou doutoramento, de modo a promover o desenvolvimento e inovação no setor da Energia.

A dinamização da nossa “Bolsa de Ideias” tem impulsionado o crescimento da Enforce e este ano decidimos apostar no “génio” extramuros, e ir ao encontro das instituições de sistema científico e tecnológico da nossa região e dar oportunidade aos alunos e docentes de, através da BOLSA DE IDEIAS ENSINO SUPERIOR, desenvolverem ideias com potencial de gerar novos produtos ou serviços, retirá-las dos corredores das instituições de ensino e integrá-las no mercado.

João Nuno Serra – CEO ENFORCE

E de repente passaram 22 anos. Parabéns a Vocês!

É incrível como não se dá conta do tempo, quando estamos envolvidos no crescimento e afirmação de todos os que mais queremos. Acontece assim, com os nossos filhos, porventura com os nossos netos (ainda não tenho), mas também com as nossas empresas.

Quando decidimos criar e fazer crescer uma empresa, é como se de um dos nossos filhos se tratasse. A ENFORCE é hoje uma empresa, que nasceu há 22 anos, cresceu e está aí como todos a conhecem, uma “SENHORA”! De resto, é hoje uma realidade empresarial que vai muito para lá, da sociedade comercial que fundei em 2001.

É, pois, um orgulho imenso, poder continuar a contar anos do seu crescimento. A empresa é hoje, resultado da determinação da sua administração, mas sobretudo, resultado do empenho e dedicação de todos os seus colaboradores. Mesmo daquelas e daqueles que, já não fazendo parte dos nossos quadros, nos ajudaram a crescer. Por certo, também nos regozijamos, por ter contribuído e muito, para o seu percurso profissional e até pessoal. São hoje seguramente, cidadãs e cidadãos mais bem preparados.

A visão de futuro, a cultura e educação, que sempre fomos passando e continuamos a passar a todos os que integram a ENFORCE, tem deixado uma marca indelével, que é reconhecida por todos e em particular pelos nossos clientes.

Hoje é dia de celebrarmos este caminho! Hoje é dia de celebramos esta vossa e nossa ambição.

João Nuno Serra

CEO da ENFORCE

A Enforce foi novamente reconhecida pelo seu desempenho e contributo para a economia nacional, recebendo o estatuto de PME Excelência 21.

“Neste último ano uma das palavras que mais ouvimos, foi RESILIÊNCIA. Não obstante, uma das palavras que mais gosto do escutar é: EXCELÊNCIA. Quando entidades externas reconhecem sucessivamente nos últimos anos, que somos Excelência, é para mim um enorme orgulho e aditivo fundamental para continuarmos todos a fazer mais e, de Excelência.

A todos os que fazem parte do universo ENFORCE e diariamente praticam a Excelência, este reconhecimento é para todos Vós!

Numa altura em que muito se fala de solidez financeira (muitas vezes reivindicada pelas grandes empresas), o que é isto senão Solidez Financeira!

Não ficaremos por aqui, queremos mais. No próximo ano, lá estaremos!” 

João Nuno Serra, CEO

A nossa empresa foi distinguida pela SCORING com o TOP 10+ Setores em SERVIÇOS E SOLUÇÕES AMBIENTAIS – ENERGIAS RENOVÁVEIS

“Os reconhecimentos feitos por uma terceira parte, são sempre consequência de uma análise comparativa com os nossos concorrentes.
Fazer parte de um TOP10 do SETOR, é naturalmente motivo de muito orgulho.
Este estatuto, é sempre bom de alcançar, mas servirá apenas, de aditivo para nos tornamos ainda maiores e melhores.”
João Nuno Serra, CEO da empresa

A Distinção

“A ENFORCE – ENGENHARIA DA ENERGIA, S.A. é uma empresa TOP 10+ Setores 2021, porque alia notação máxima de desempenho e solidez financeira a um volume de negócios relevante no setor.
Por isso, é uma empresa que se afirma como uma referência de confiança, solidez e futuro no setor Serviços e soluções ambientais – Energias renováveis.

A classificação foi obtida através dum processo de participação transparente, cientificamente validado e auditado por entidades independentes.
Resultado: SCORING TOP 10+ é a mais seletiva e completa distinção no domínio económico-financeiro, em Portugal.

A excelência da gestão operacional e financeira demonstrada pela empresa certificada merece o elogio da SCORING à equipa de gestão e a todos os colaboradores. Fazemos votos que seja um estímulo para que continuem a elevar a empresa a um nível superior.”

Scoring, Lda

Foi atribuído à nossa empresa o estatuto de INOVADORA COTEC 2021.

É para todos nós um motivo de orgulho e regozijo sempre que alcançamos alguns estatutos empresariais, no entanto, este tem um sabor especial, uma vez que está intrinsecamente ligado ao nosso ADN – INOVAÇÃO.

Temos reiteradamente investido nos últimos anos em IDI – Investigação, Desenvolvimento e Inovação, muito acima da média do setor. A inovação que aplicamos aos nossos produtos e serviços tem sido a via mais assertiva para crescermos e darmos sustentabilidade aos nossos negócios e colaboradores.

Não basta produzir, vender e copiar, é preciso INOVAR, acrescentar valor a tudo o que concebemos e geramos –  João Nuno Serra, CEO da empresa.

 

 

Sobre o Estatuto INOVADORA COTEC 2021

Fruto de uma parceria abrangente com o sector financeiro, o Estatuto Inovadora COTEC traz novas vantagens para as empresas que concretizem o seu potencial de inovação em crescimento rentável e robustez financeira.

Objetivos:

Distinguir Empresas nacionais com um elevado desempenho de Inovação;

Promoção do reconhecimento público de Empresas que, pelo seu desempenho de Inovação, constituam exemplos de criação de valor para o País;

Criação de uma Rede de Parceiros que valorizem esta distinção, potenciando benefícios para as Empresas Inovadoras;

Garantir melhores condições de financiamento para as Empresas Inovadoras.

Quem se pôde candidatar?

Pôde aderir à iniciativa qualquer empresa que operasse em território nacional com investimento em I&D, que possuísse um elevado nível de desempenho e de solidez financeira e que cumprisse os requisitos presentes no Regulamento.

 

Navegação de artigos