Este ano, que agora chega ao fim, difícil para todos, não baixamos os braços e continuamos a erguer mais sustentabilidade nos nossos clientes.

A Coficab Portugal, empresa dedicada à produção de cabos de dados e sensores para o ramo automóvel, concluiu este ano o maior investimento na região de toda a Beira Interior, e não deixou de lado a sua sustentabilidade.

No total são 50 milhões de investimento que irão criar 300 postos de trabalho até 2021. A unidade fabril encontra-se ainda em processo de certificação IATF, ISO 9001 e ISO 14001.

Trata-se de uma unidade industrial vocacionada para o desenvolvimento tecnológico em três vertentes: eletrificação, conetividade e condução autónoma. Irá dedicar-se ao desenvolvimento de cabos para automóveis com a tecnologia 4.0.

«A Guarda é para nós, também, a porta de entrada para o nosso desenvolvimento global e tecnológico. Por isso, hoje somos os líderes na produção de cabos para a indústria automóvel. Estamos presentes em quatro continentes com 12 fábricas, da China aos Estados Unidos. A Guarda foi mesmo muito importante para o nosso sucesso», referiu em tempos Hichem Elloumi, Presidente da Coficab.

Esta nova fábrica tem instalada uma central fotovoltaica para autoconsumo, totalmente integrada na arquitetura da nave industrial.

No total foram instalados, pela ENFORCE, 2983 painéis fotovoltaicos dos quais 2543 instalados em cobertura e 440 integrados numa estrutura de sombreamento para veículos, perfazendo uma potência total instalada, de 999,3kWp.

Esta Central Fotovoltaica em autoconsumo, que produzirá anualmente 1590 MWh de eletricidade, representando cerca de 20% do consumo total da unidade industrial, evitará ainda a emissão de 360 kg de CO2. Toda a eletricidade gerada será autoconsumida nas instalações.

ENFORCE de mãos dadas com a sustentabilidade

A Semana Europeia da Mobilidade foi lançada em 2002 e, desde então, celebra-se anualmente de 16 a 22 de setembro.

Aproveitamos a importância desta data para dar a conhecer melhor o Projeto URBAN AIR, resultado de uma parceria transfronteiriça entre Portugal e Espanha, no âmbito do programa Interrreg/Poctep.

O projeto URBAN AIR conta com a participação das Universidades de Valladolid (Espanha) e da Beira Interior (Portugal), juntamente com a EREN (Ente Regional de la Energia de Castilla y León), o Centro Tecnológico CARTIF, a Enforce – Engenharia da Energia e a Agência Regional de Energia e Ambiente do Centro.

O objetivo primordial deste projeto é a monitorização dos parâmetros ambientais das cidades de Valladolid e Covilhã, através de sensores móveis instalados em bicicletas que irão circular em ambas as cidades.

Dadas as características orográficas da Covilhã, as bicicletas do projeto português serão elétricas.

A ENFORCE foi a responsável pela conceção e construção das estações de carregamento das bicicletas elétricas, em que a geração de energia elétrica é conseguida através de painéis fotovoltaicos, com apoio de baterias de acumulação de alta tensão.

De forma simples e eficaz, graças ao URBAN AIR podemos determinar a influência das ações levadas a cabo na atmosfera de ambas as cidades.

O URBAN AIR não só mede a qualidade do ar como pretende melhorar a nossa qualidade de vida.

COMUNICADO

 

Seguindo as orientações da OMS – Organização Mundial de Saúde, da DGS – Direção-Geral de Saúde e do Governo, e de acordo com o Plano de Contingência implementado pelo Grupo Enforce, SA | Enforcesco SA (YLCE), informamos que mantemos o horário de funcionamento normal, mas sem atendimento presencial.

Estamos disponíveis por telefone ou correio eletrónico, pelos contactos habituais.

Enforce, SA:

Tel: +351 275 099 911

geral@enforce.pt

www.enforce.pt

 Agradecemos a vossa compreensão e colaboração nesta medida de responsabilidade e consciência social, que deve ser de todos e para todos.